Diálise peritoneal contínua ambulatória (DPCA)

A diálise peritoneal contínua ambulatória (DPCA) é uma modalidade de diálise peritoneal, que é efectuada pelo doente diariamente, com 3 a 5 trocas por dia. Este tratamento pode ser realizado em casa ou no trabalho, permitindo alguma normalidade à sua vida diária.

O que é a DPCA?

São colocados cerca de 2 litros de líquido de diálise no seu abdómen, através de um tubo especial chamado cateter de DP. Este processo é designado por "infusão". Este processo de limpeza usa a membrana do seu abdómen como um filtro natural. Os resíduos e o excesso de água são removidos do corpo, para o líquido de diálise, através da membrana peritoneal. Este processo é designado por "tempo de permanência". Após 4 a 12 horas, este líquido é drenado do abdómen, através de um processo designado por "drenagem", que dura cerca de 20 a 30 minutos. Após esse processo, é infundido novo líquido estéril no abdómen e o processo recomeça novamente. Este processo de drenagem do líquido e a introdução de novo líquido é designado por "troca" e é realizado, principalmente, por gravidade. Excepto durante o tempo dispendido durante estas trocas, em média 30 a 40 minutos, 3 a 5 vezes por dia, no restante tempo do dia, está livre para fazer o que quiser (por exemplo, trabalhar, estudar ou mesmo viajar). DPCA

Produtos para a DPCA

Todos os líquidos de diálise, linhas e outros produtos serão entregues em sua casa periodicamente. Na sua prescrição de diálise encontrará a informação sobre como e quando deve utilizar os diferentes líquidos de diálise.

Glicose – utilizada para a remoção de água

Para extrair a quantidade pretendida de água do seu corpo o líquido de diálise necessita de ter as correctas concentrações. Geralmente o líquido de diálise é uma solução com glicose, a qual remove a água do seu corpo através da membrana peritoneal. Este processo é designado por "ultrafiltração".

Formação

Para ser capaz de realizar as suas trocas, necessita de ter formação sobre como efectuar correctamente a conexão e desconexão. Será ensinado como realizar as trocas e como identificar e lidar com potenciais problemas. A formação geralmente dura uma semana e é realizada na clínica de diálise ou no hospital, onde realizará as primeiras sessões.