Tipos de tratamento

Quando existe uma perda grave da função renal, esta tem de ser substituída. Para muitas pessoas, a melhor forma de o fazer é proceder a um transplante renal. No entanto, esta opção de tratamento não é possível para todos os doentes e alguns deles têm de esperar muito tempo para receber um transplante renal.

Quando o transplante não é possível, a diálise é utilizada para substituir algumas das funções importantes dos rins que se perderam. Existem dois tipos principais de diálise: Diálise peritoneal e hemodiálise. Estes tratamentos têm impactos diferentes na vida diária.

Diálise peritonealDiálise peritoneal

A diálise peritoneal (DP) é realizada em casa. O tratamento poderá ser realizado durante a noite, entre 8 a 10 horas ou em procedimentos breves realizados durante o dia, efectuando 3 a 5 trocas. Estas trocas necessitam de 1 a 2 horas por dia para serem realizadas. Independentemente da forma como é realizada, a diálise peritoneal proporciona flexibilidade e pode ser adaptada a compromissos profissionais, familiares e sociais. Geralmente, os doentes necessitam de uma consulta na clínica a cada 3 a 6 meses para acompanhamento. Muitas pessoas a DP podem ter uma dieta normal sem muitas restrições, mas é necessário moderar determinados tipos de alimentos.

Hemodiálise

A hemodiálise (HD) é geralmente realizada no hospital ou em clínicas de diálise 3 a 4 ou mais vezes, por semana. Geralmente, o tempo de tratamento é, no minimo, de 4 horas, mas pode ser de 6 ou mais horas. Além da duração do tratamento, o dia da diálise também implica o tempo do percurso para e do hospital, ou clínica, tendo de esperar pelo início do tratamento e pelo transporte para casa. Na hemodiálise total no hospital podem ser necessárias muitas horas durante o dia, o que tem impacto na vida profissional, familiar e em outros compromissos. Muitas pessoas a fazer hemodiálise também têm restrições na dieta e toma de líquidos.

HemodiálisePor vezes, existem outras opções de hemodiálise. Estas incluem a hemodiálise em autocuidado, hemodiálise domiciliária e hemodiálise nocturna. Estas opções têm como finalidade aumentar a flexibilidade, permitir uma dieta normal sem demasiadas restrições e promover a qualidade de vida de um doente a fazer diálise.

Cada tipo de diálise tem vantagens e desvantagens e nem todos os tipos podem estar disponíveis na sua clínica. O conhecimento dos diversos tipos de hemodiálise, ajudá-lo-á a tomar a melhor decisão para si.