Medicação

Quando começa a diálise, muitos dos medicamentos que precisa são os mesmos que tomava antes de iniciar o tratamento. Alguns medicamentos terão de ser ajustados, sendo necessária supervisão médica. De seguida, encontrará os medicamentos mais frequentemente utilizados pelos doentes em diálise.

Agentes Estimuladores da Eritropoiese (AEEs)

Os rins são a fonte de produção de eritropoetina (EPO), uma hormona estimuladora da produção de glóbulos vermelhos. Na insuficiência renal verifica-se uma diminuição desta hormona, o que resulta na baixa produção de glóbulos vermelhos, conduzindo à anemia. Os agentes estimuladores da eritropoiese (AEEs) estimulam a produção de glóbulos vermelhos e são administrados através de uma injecção.

Ferro

O ferro é necessário para a produção de hemoglobina e de glóbulos vermelhos. Por vezes, é necessário tomar suplementos de ferro, os quais são frequentemente administrados por via intravenosa.

Vitamina D

A vitamina D é parcialmente transformada (activada) pelos rins e a sua produção diminui quando ocorre diminuição da função renal. Ajuda a absorver o cálcio no intestino e a manter os ossos fortes. A falta de vitamina  D activa poderá conduzir a doenças ósseas, que levam ao enfraquecimento dos ossos e podem provocar dor. A vitamina D activa pode ser administrada tanto por via oral como por via intravenosa.

Medicação

Captadores de fósforo

O fósforo provém dos alimentos ricos em proteínas e é geralmente excretado pelos rins. Na insuficiência renal, o fósforo acumula-se no corpo e os rins não têm capacidade de o eliminar. O fósforo em excesso pode ligar-se ao cálcio e formar depósitos sólidos (calcificações) nos tecidos, articulações e aumentar a rigidez dos vasos sanguíneos. Os captadores de fósforo ligam-se ao fósforo dos alimentos. Quando administrados com as refeições diminuem a sua absorção no intestino e reduzem a quantidade de fósforo no sangue.

Anti-hipertensores

Os rins estão envolvidos no controlo da tensão arterial, e por isso os medicamentos para baixar a tensão arterial são comuns nos doentes com insuficiência renal. A tensão arterial alta é um factor de risco cardiovascular que requer um controlo rigoroso. Quando se inicia o tratamento de diálise, a necessidade destes medicamentos geralmente diminui e, por vezes, os doentes deixam mesmo de os tomar totalmente.

Anticoagulantes

Habitualmente, um doente sujeito a hemodiálise, necessita da administração de medicamentos para tornar o sangue mais fluído, para evitar a coagulação sanguínea nas linhas e no dialisador durante o tratamento. Estes medicamentos são administrados no início e também durante a sessão de tratamento.

Outros medicamentos

Podem incluir medicamentos para doenças cardiovasculares, diabetes mellitus, dislipidemias (quantidades anormais de colesterol e triglicerídeos no sangue), depressão, disfunção sexual, alívio da dor, etc.