Mãe de seis deu à luz os gémeos mais novos já num programa de diálise

Ser mãe de seis... será assim tão especial? Na minha situação, talvez seja. E talvez um pouco mais do que o habitual. Chamo-me Melinda e dei à luz os meus gémeos recém-nascidos quando era já paciente de diálise.

Em 2010, já com quatro filhos, comecei a ter problemas de hipertensão durante a minha quarta gravidez. Pouco tempo depois, foi-me diagnosticado rim atrófico e tornei-me paciente de diálise.

Tive três tratamentos por semana desde 2012 e perdi duas gravidezes em dois anos, mas alguma coisa me disse para não desistir de ter o quinto filho, e, em 2015, voltei a engravidar — desta vez de gémeos!

Durante a gravidez, estive constantemente em hemodiálise, com sessões seis vezes por semana. Disseram-me que era uma situação bastante excecional e um verdadeiro desafio, em que o meu médico ajudou uma das suas pacientes a levar uma gravidez até ao fim com êxito. Senti que ele manteve sempre uma cooperação próxima com o pessoal médico e de enfermagem responsável na maternidade. Toda a equipa pareceu confiante e dedicada a ajudar-me a atravessar este período complicado, o que ajudou mesmo muito.

Por fim, dei à luz dois bebés lindos e saudáveis, um menino e uma menina. Os gémeos nasceram prematuros, mas agora estão bem. Depois desta extraordinária experiência, também eu estou bem, e é uma sensação ótima saber que o pessoal médico continua a cuidar e a interessar-se pelo futuro da minha família. Isso torna uma feliz mãe de seis crianças maravilhosas ainda mais feliz.